RETROFIT NA CONSTRUÇÃO CIVIL

O QUE É RETROFIT?

 

O termo “Retrofit” significa “colocar o antigo em forma”, configurando a junção dos termos, em latim “Retro” e do inglês “Fit”.

O conceito trata da modernização de equipamentos e construções consideradas ultrapassadas. Isso se dá por meio da adaptação das instalações elétricas e hidráulicas, dos elevadores, sistema de iluminação, mobiliários e fachadas.

Este processo de revitalização tem como objetivo preservar os pontos fortes já existentes na construção, enquando faz a adequação e correção das inconformidades atuais, aumentando assim a vida útil do edifício.

 

ONDE O RETROFIT SURGIU

 

O Retrofit surgiu como opção viável nos Estados Unidos e na Europa, onde a legislação vigente proibia a demolição e substituição dos acervos construtivos por novas obras.

Desta forma, foi estimulada a conservação de edifícios históricos, preservando o patrimônio local e reutilizando esses espaços para novos fins.

Não se trata apenas de uma reforma, mas de uma reformulação que visa deixar o ambiente mais moderno sem perder sua essência.

 

 

ETAPAS DO RETROFIT

 

Entre as etapas de uma obra com Retrofit, podemos considerar:

  • Demolição controlada;
  • Reforço Estrutural;
  • Fechamentos;
  • Acabamentos;
  • Substituição da parte elétrica, de telefonia e dados;
  • Modernização hidráulica;
  • Ar condicionado;
  • Pisos e;
  • Fachadas

 

CUSTOS DO RETROFIT

 

Muitas vezes, o Retrofit tem o custo mais elevado do que uma demolição, seguida de uma nova construção, porém por força de lei acaba sendo a única alternativa viável, visto que diminui os custos de manutenção e aumenta as possibilidades de uso da estrutura do imóvel.

Outro ponto importante, é a possibilidade de adotar tecnologias sustentáveis no imóvel, além da reciclagem e reaproveitamento de materiais pertencentes a construção.

Assim o edifício aumenta o seu valor, passando a conter todos os avanços tecnológicos compatíveis com sua estrutura, cumprindo as determinações legais e conservando o valor histórico.

Leia Também:   LIDERANDO UMA EQUIPE NA CONSTRUÇÃO CIVIL

 

Compartilhe nossos Artigos!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *